Faça as Pazes com a Cutícula

A cutícula é uma proteção das unhas, funcionando como barreira natural contra traumas e infecções por bactérias e fungos. Quando é retirada profundamente pode trazer prejuízos à matriz da unha, como deformações, além de deixá-la enfraquecida. “As mulheres que tiram [as cutículas] com frequência deixam a região exposta por muito tempo, e isso pode desencadear processos inflamatórios e micose no canto da unha”, diz Thais Pepe, médica especialista em dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Hidrate

Hidratando as cutículas, elas ficam mais maleáveis e fáceis de empurrar para dar espaço para a unha aparecer. Não é necessário removê-las com alicate. “O ideal é optar sempre por empurrá-las delicadamente com um palito de laranjeira ou similar após a hidratação, e depois esmaltar as unhas como de costume. A vantagem de hidratar e empurrar as cutículas é que este procedimento é menos agressivo do que a retirada por completo e, por isso, diminui os riscos de infecções”, explica Thais. Para Josy Rodriguez, manicure do salão Marcos Proença, de São Paulo, esmaltar as unhas sem retirar as cutículas é uma rotina cada vez mais comum. “Se o preparo for bem feito, a diferença na hora de esmaltar é mínima e não interfere no resultado”, garante.

 

Vitaminas

Entre as vitaminas mais indicadas para cuidar da região estão a Vitamina E e a queratina, pois fortalecem e nutrem as unhas e cutículas. “É muito importante cuidar das unhas e manter as cutículas sempre hidratadas, pois elas se tornam fracas e quebradiças quando estão ressecadas”, lembra a dermatologista Thais Pepe. Para Tatiana Gabbi, médica assessora do departamento de cabelos e unhas da Sociedade Brasileira de Dermatologia, cremes ricos em ceramidas e silício orgânico são outras boas opções. “Assim como a Vitamina E, essas substâncias hidratam as cutículas e as tornam transparentes, o que pode dispensar a retirada das mesmas”, diz.

 

Técnicas

Aplique óleo ou creme hidratante específico para cutículas e, com uma espátula ou palitinho, empurre a pele, não a retire. É legal lembrar de hidratar não somente na hora da manicure, mas ao longo da semana. “Se a hidratação for um hábito de rotina vai ser muito mais fácil para a manicure na hora de empurrar, além de evitar lesões”, diz Antonia Araújo, manicure do salão Esmell Leblon, localizado no Rio de Janeiro.

 

× Converse no WhatsApp